Home » , » Petplay...

Petplay...

Hoje tentarei explicitar o prazer que DONO e eu sentimos quando fazemos petplay. É imensamente delicioso!
Desde quando nos conhecemos, Ele aprecia me colocar de quatro para ficar "brincando" por sua casa. Em algumas ocasiões, faço isso fantasiada de algum animalzinho de estimação (cadela ou gata), mas na maioria das vezes engatinho nua pelo ambiente, com a coleira no pescoço e sendo conduzida pela guia.
Tudo é separado: tigelinhas, o alimento, o ossinho de brinquedo, rsrsrs.
Lembro perfeitamente das últimas vezes que brincamos. E vou contar um trechinho de uma dessas brincadeiras:

Assim que chego, sou levada até a sala ampla, Ele manda tirar toda a roupa...um frio intenso em SP, de bater os dentes. Brrrrr. Fico nua, tremendo e apenas com a coleira negra no pescoço. Sou ordenada a andar de quatro por todo ambiente. Levo pequenos tapas no bumbum, Ele se agacha e enfia lentamente seus dedos em meus orifícios. Por um momento, fico ali, não quero me afastar. Sou acordada por Sua voz que me diz: continue engatinhando, vai...

 
Ele pega o ossinho e joga longe. Faço manha, olho para o osso jogado no canto e me sento, perto das suas pernas, me esfregando, ganindo, olhando de soslaio. Ele ri gostoso, falando: cadelinha, se não buscar seu ossinho, já sabe que será castigada!!! Cadela prontamente sai para pegar seu ossinho e trazê-lo na mão do HOMEM que a domina. E assim faz por repetidas vezes, empinando o bumbum e andando de quatro... devagar, para pegar seu brinquedinho. 


Ela percebe a “excitação crescente” Dele e excita-se também. A própria brincadeira em si, a assanha.
Após é afagada na cabeça e por todo corpo (feito uma petzinha mesmo) e beijada (agora nem tão petzinha). 
Cadela é colocada na guia e sobe as escadas até o tapete de outra sala. Ali, ela retira as roupas de Seu DONO cuidadosamente. Sabe que hoje não vai ser castigada, ela ama ser tratada como cadela, a pet DELE. E só Ele tem o direito de chamá-la dessa forma (ressalvo isso, pois muitos acreditam que submissas/escravas devem ser chamadas de cadelas...NÃO!!! Tal tratamento, permitimos só aos Nossos DONOS). 
Come o que lhe foi deixado na tigelinha, enquanto é carinhosamente alisada. Arrepios percorrem seu corpo.


Sua pet travessa e feliz, lambe Seu corpo todo, beija suas mãos e chega na parte que é seu deleite, de onde sai a seiva que a alimenta...seu membro. Ela sorve com avidez e paixão, engole tudo até perder o ar, até engasgar. Suga o membro do seu Senhor como se naquele instante, o mundo parasse. Ele, já não suportando tanto desejo, deita sua pet no tapete, alisa seus longos cabelos e a possui. Ambos se entregam ao frenesi de seus prazeres, na fusão escandalosa de seus desejos. Os gemidos altos da cadela que lhe pertence, atiçam os cachorros do vizinho, que assustados latem para a noite fria de SP.

Noite fria? Que noite fria??? 
...
Concluindo, posto aqui, eu vestida de gata - outra brincadeira de petplay com DONO em outro momento, mas em uma versão mais manhosa. Rs.


 
Support : Copyright © 2015. Anissa Blogs - All Rights Reserved