Home » , » Expectativas e encantamento pelo BDSM - por Sophysticada Atrevida!

Expectativas e encantamento pelo BDSM - por Sophysticada Atrevida!

Concluo, o que comecei na postagem do dia 06/11/2012 (BDSM e ideais), trazendo outra contribuição de uma amiga submissa:

Sophysticada!! A querida Sophys! Que por onde chega nesse mundo virtual, traz seu bom humor e bem estar, deixando na gente, uma aura de leveza! É assim que a vejo!

Agradeço imensamente por ter desprendido parte do seu tempo para escrever seus pensamentos, pois no meu modo de ver as coisas, somos eternos alunos, seja no BDSM ou em qualquer coisa que façamos na vida. Só aprimoramos nossos limitados conhecimentos e nada a mais.

E a Sophys, com sua humildade e atenciosidade, é mais uma submissa que só engrandece tudo! Qual de nós, tem a coragem de falar sobre o que sente? Dificil não é mesmo? Isso me causa muita admiração e gratidão! Eu, nesses quase três anos encoleirada por meu Senhor, já percebi o quanto podemos ser mal interpretados e alvo de diversas grosserias (pois discordar de algo, não é a mesma coisa que ofender, ser agressivo e sarcástico) e por causa desses intempéries, muitos se calam.

Por isso minha admiração! Ela acredita, na troca de informações, nesse mundo alvo de preconceitos vários e tão atiçador de curiosidades que é o BDSM. 

Vamos ler???
>.<


"Uns dos momentos mais agradáveis que tenho, são quando posso trocar figurinhas com meus amigos e o assunto BDSM sempre vem à tona. Quando sou questionada o que me encantou no BDSM.

Respondo: foi à possibilidade de encontrar alguém pra cuidar de mim. Acredite se quiser os dominadores que conhecia sempre diziam isso: 'vou cuidar de você'. Eu acreditei! 
Talvez porque tenha muitas responsabilidades, por alguns momentos não quero cuidar e sim ser cuidada. A liberdade de fetiches é outro atrativo delicioso. O experimentar sem pudores me deixa muito empolgadinha. Mas as coisas não funcionam bem assim, o cuidar por vezes é vago e a liberdade sexual pode ser um risco físico e emocional. 


O perigo disso me atrai, me fascina, me leva a loucura. Desafia-me. Saber que tenho tantas possibilidades nas mãos é realmente muito excitante.

O que me entristece hoje no BDSM é a quantidade de gente que se diz Dominador(a) ou submissas(os). Conheço mais gente enrolando do que praticando. É uma loucura.

Detesto também, gente que quer o manual de como funciono, não querem nem ter o trabalho de me descobrir, conquistar . Querem tudo prontinho, não é bem assim querido! Relacionamento, qualquer um, é um dia após o outro. O que você pode conseguir é baseado em confiança e respeito, portanto atalho não serve pra nada.

Fico muito incomodada com as pessoas de má fé que se aproximam para satisfazer seus desejos mais mesquinhos. Os vampiros de plantão. 


Nas experiências que tive ficaram momentos maravilhosos e outros tão igualmente doloridos. É bom salientar que tudo está em nossas mãos e por muitas vezes não queremos ver o que está realmente acontecendo, somos permissíveis. (grifo meu)
Confesso que quando iniciei no BDSM tinha um deslumbre por usar coleira virtual... Achava lindo seu nome juntinho do "DoNo" para mim a importância "é" tão forte como a aliança. 


Então surgiu meu primeiro DoNo, quis que procurasse irmã de coleira, me dava obrigações loucas, passei achar que tinha algo muito errado ali. Numa única noite troquei várias vezes de nick e por consequência coleira. Apelidei esse dominador de Sr. Abecedário sinceramente usei todas as letras do alfabeto com ele, pior q ele era tão deliciosamente envolvente que mesmo vendo algo errado eu não partia.

Vivenciei uma única sessão com ele e por vários motivos, fui me afastando gradativamente. Foi à primeira vez que senti a dor da abstinência do domínio psicológico. Foi muito difícil superar. Foi na contra mão de tudo isso que conheci outros dominadores e submissas, agora sim, estava sendo cuidada por amigos e amigas de grande importância até hoje na minha vida.


A vida nos leva por vários caminhos, percorremos com passadas firmes ou não, se envolver num mundo tão embriagante como o BDSM não é tarefa fácil. Exige de nós mesmo dedicação e conhecimento, reconhecer os perigos e os encantos. Sinto-me sempre no dever de auxiliar quem me pede ajuda e socorro quando preciso, foi à forma que encontrei de sobreviver.

Sim! Sou uma sobrevivente..."

By Sophys 

***** 
Quer conhecer um pouquinho mais da Sophysticada Atrevida??? Clique aqui:
Manual - Tenho?

{perséfone core}_DC

 
Support : Copyright © 2015. Anissa Blogs - All Rights Reserved