Home » » Figging...

Figging...

Alguém aí já ouviu ou leu sobre o assunto???

Confesso que fiquei imensamente intrigada (Novidade né! Eu sou uma intrigada em tempo real!!!) quando conversei sobre esse assunto com DONO. Por ser algo novo e que nunca tinha experimentado, as perguntas surgem sempre!
O Figging é uma brincadeira, muito utilizada no BDSM. Consiste em colocar uma raiz de gengibre no ânus, vagina e na uretra masculina, sim na uretra!!! - quando cortada em finos talinhos, aiiiiiiii! É um método de humilhação e castigo eficaz, pois uma vez inserido, faz com que os orifícios fiquem "queimando" dando um "certo" desconforto (disse certo, pois a sensação pode variar de pessoa para pessoa). Tal ato era utilizado em cavalos e ficou conhecido pelo nome de "gingering".
Imaginem uma escrava imobilizada, toda exposta, sendo analisada/inspecionada por Seu Senhor, e esperando o que está por vir... sequer imaginando o que irá passar, o que irá sentir...o medo.
Para algumas, tal prática pode significar puro terror, mas para outras, como eu, o desconforto e a punição podem trazer excitação. Algumas pessoas podem pensar, creeedo, que coisa mais estranha perséfone core!!! Enfiar uma raiz de gengibre no orifício de alguém para esperar uma sensação de queimação? Que tosco, que esquisito!!! Você é um ser esquisito! Rsrsrsrs.
Hummmmm. Então, o que me diz daqueles géis e creminhos vendidos em sex shops e motéis que proporcionam uma sensação de quente e frio quando passados no corpo? Isso lhe excita? Eeexciiita né! Pois é apenas uma versão química. O gengibre é algo natural ué, qual o motivo do espanto?? Hihihi.
Muito se discute sobre a origem dessa forma de obtenção de prazer. Veio da Grécia Antiga, depois passou pelo Império Romano, para uso em escravas. Mais tarde, também utilizado como forma de punição, para as mulheres na época vitoriana. Os vitorianos eram bem safadinhos e adoravam punir mulheres "transgressoras" com surras e spanking. E o gengibre inserido no ânus, impedia que a mocinha em questão, apertasse seu bumbum durante a surra de cane. E qual o fundamento disso? Simples, se a pobre moça pecadora, apertasse seu judiado bumbunzinho, a sensação de queimação seria muito mais intensa.
 
Pois bem, nessa época do ano, é inverno no Brasil, e um delicioso quentão sempre é bem vindo! Aí, quem estiver curioso(a), pode comprar a raiz de gengibre para preparar a bebida e de sobra, experimentar um jogo erótico.

As raízes inteiras podem ser usadas como uma espécie de "plug", que devem ser cortadas imitando  o referido acessório. Quanto mais fresca a raiz, mais forte será o efeito. Depois de descascado cuidadosamente em forma de plug, mergulha-se a raiz na água gelada e introduz na escrava aos poucos. O efeito de ardor vai depender do frescor do gengibre e também da resistência da pessoa, como escrevi anteriormente. Comece aos poucos e observe as reações da parte submissa. Se for algo insuportável, melhor parar, dar um tempo e recomeçar, ou parar de vez. Convém lavar as mãos depois que manusear a raiz, e lembrar de não levá-las aos olhos!!! 
É bom lembrar também, que algumas escravas podem ser alérgicas ao gengibre, logo é melhor esquecer o jogo! E ainda, é preciso cortar o gengibre, de um jeito que o mesmo não se quebre dentro da pessoa.
Pois acredito que ninguém quer parar no pronto socorro e passar por uma situação no mínimo constrangedora não??? Já pensou que cena? Não, nem desejo pensar!

Fazendo tudo com cuidado, responsabilidade, respeitando os limites e sensações, a experiência pode ser muiiiiito interessante e prazerosa. 

>.<
{perséfone core}_DC
 
Support : Copyright © 2015. Anissa Blogs - All Rights Reserved